Potiguar Jadson André fica em quinto no Japão e segue forte no QS ​

Credit: © WSL / Kawana
Jadson André foi até às quartas de finais do Ichinomiya Chiba Open e assumiu a 5a posição na
lista provisória dos 10 indicados pelo WSL Qualifying Series para a elite da World Surf League
O potiguar Jadson André segue forte na luta para voltar à Elite do Surf Mundial. Além de Jadson, o paulista Alex Ribeiro é o mais novo brasileiro a entrar na lista provisória dos dez indicados pelo WSL Qualifying Series para a elite dos top-34 do World Surf League Championship Tour. Ele parou nas semifinais do QS 6000 Ichinomiya Chiba Open, perdendo apenas para o campeão da etapa encerrada neste sábado (26/05) no Japão, o australiano Ryan Callinan.

 

Com o terceiro lugar, Alex subiu da 21.a para a sexta posição no G-10, que agora tem cinco brasileiros. Ele bateu o líder do ranking, Alejo Muniz, nas quartas de final e Deivid Silva assumiu a segunda posição, Jadson André subiu para a quinta e Miguel Pupo é o sétimo na classificação geral das trinta etapas completadas no Japão. A próxima é o QS 3000 Maui and Sons Arica Pro Tour, que começa nesta terça-feira nos tubos desafiadores de El Gringo, no Chile.
Credit: © WSL / Kawana
Potiguar Jadson André volta a competir no final de junho/ Credit: © WSL / Kawana
Outros dois brasileiros perderam nas quartas de final e terminaram em quinto lugar no Ichinomiya Chiba Open, marcando 2.650 pontos no ranking. O potiguar Jadson André vinha fazendo grandes apresentações em Shida Point, mas foi batido pelo vice-campeão do QS 6000 do Japão, Seth Moniz, que já tinha eliminado o paulista Flavio Nakagima nas oitavas de final. Jadson ficou muito feliz com o desempenho no Japão e infelizmente foi marcado durante toda a bateria e não conseguiu buscar as ondas para continuar na disputa pelo título.
No duelo seguinte, o baiano Marco Fernandez perdeu para o costa-ricense Noe Mar McGonagle, mas ganhou quarenta posições no ranking, subindo do 64.o para o 24.o lugar. Essa foi a terceira das quatro etapas com status QS 6000 do calendário do WSL Qualifying Series esse ano. A última é o Pantin Classic Galicia Pro, que será disputada entre os dias 28 de agosto de 02 de setembro na Espanha. O Potiguar Jadson André volta a competir no final de junho, de 25/06 a 1/07, na África do Sul em um evento QS 10000 – Men’s QS 10,000  Ballito, KwaZulu-Natal, South Africa Ballito Pro pres by Billabong.
—————————————————————-

G-10 DO WSL QUALIFYING SERIES – 30 etapas:

1.o: Alejo Muniz (BRA) – 10.980 pontos
2.o: Deivid Silva (BRA) – 8.660
3.o: Mikey Wright (AUS) – 8.505
4.o: Ryan Callinan (AUS) – 8.280
5.o: Jadson André (BRA) – 8.210
6.o: Alex Ribeiro (BRA) – 8.130
7.o: Miguel Pupo (BRA) – 7.770
8.o: Evan Geiselman (EUA) – 7.570
9.o: Leonardo Fioravanti (ITA) – 7.110
10: Seth Moniz (HAV) – 6.780
Alex Ribeiro 1024x663 - Potiguar Jadson André fica em quinto no Japão e segue forte no QS ​
Paulista Alex Ribeiro foi até às semifinais no Japão e entrou no TOP 10 do Ranking do QS Credit: © WSL / Kawana

DECISÃO DO TÍTULO DO QS 6000 ICHINOMIYA CHIBA OPEN:

Campeão: Ryan Callinan (AUS) por 13,20 pontos (7,00+6,20) – US$ 25.000 e 6.000 pontos
Vice-campeão: Seth Moniz (HAV) com 11,70 pontos (6,00+5,70) – US$ 12.000 e 4.500 pontos
SEMIFINAIS – 3.o lugar com 3.550 pontos e US$ 5.500 de prêmio:
1.a: Seth Moniz (HAV) 12.04 x 10.84 Noe Mar McGonagle (CRI)
2.a: Ryan Callinan (AUS) 11.33 x 5.66 Alex Ribeiro (BRA)
QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 2.650 pontos e US$ 3.000 de prêmio:
1.a: Seth Moniz (HAV) 15.17 x 11.17 Jadson André (BRA)
2.a: Noe Mar McGonagle (CRI) 13.00 x 10.47 Marco Fernandez (BRA)
3.a: Ryan Callinan (AUS) 14.40 x 11.90 Charles Martin (FRA)
4.a: Alex Ribeiro (BRA) 12.90 x 11.07 Alejo Muniz (BRA)
RESULTADOS DOS SUL-AMERICANOS NAS PRIMEIRAS FASES:
OITAVAS DE FINAL – Derrota=9.o lugar com 1.550 pontos e US$ 2.500 de prêmio:
1.a: Jadson André (BRA) 17.00 x 13.93 Miguel Pupo (BRA)
2.a: Seth Moniz (HAV) 13.94 x 8.67 Flavio Nakagima (BRA)
4.a: Marco Fernandez (BRA) 17.10 x 13.50 Thiago Camarão (BRA)
5.a: Charles Martin (FRA) 15.43 x 13.73 Mateus Herdy (BRA)
7.a: Alejo Muniz (BRA) 14.73 x 11.77 Stuart Kennedy (AUS)
8.a: Alex Ribeiro (BRA) 14.30 x 13.60 Vasco Ribeiro (PRT)

Sobre Freire Neto

Jornalista profissional/Eterno Aprendiz, pai, apaixonado por esportes e automóveis.

Ver todas as notícias por Freire Neto →

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.